terça-feira, 28 de agosto de 2007

A história do mundo é uma prostituta - jonilson montalvão

A história do mundo é uma prostituta, sim, é uma puta ofegante. Daquelas que dão sem desvio de conduta perante a moral dos bons costumes cristãos. Somos todos assim não é mesmo? Somos todos filhos desta prostituta dentro do puteiro, que faz as vezes da casa e do lardocelar. Quem não é uma puta vai ser um dia.
Quem não foi prostituído, será um dia com certeza. Como fizeram àqueles outros todos. Manter-nos à deriva não funcionará, nada deterá a inversão dos bons sentidos. Ora um,ora outro, sempre somos, todos, quases...apenas o destino conduzirá a nação rumo ao tão esperado dia. Volta!! Volta!! Todos esperam.
Até a mais perdida da prostituta foi condecorada. Quem não é?, risível mundinho enfadonho. Somos todos...filhodaputa. distantes e distraídos, assim, caminha a história do ser. Este mesmo. Ser. Obstruído. Aniquilado e aniquilador. Soterrado. Distribuído em doses, soturno. Uma vagaba, como diz uma música. Vendidos. Quem não...!!
Repare bem e sentirá, repare bem...virá um desespero tão inerte, tão mesquinho, daqueles que doem na alma. Daqueles que doem tanto que a morte seria mais do que bem vinda. Pois é, depois de uma história geográfica usurpada, fraudada, também há outras histórias; essas menos castigadas mas, mesmo assim, pouco usual, pouco falada...e assim vamos sorrindo e nos prostituindo à mercê da razão e da dinâmica estridente que é a própria conexão das idéias.

2 comentários:

S.S.O disse...

i26Se vender é um detalhe... o problema é que o povo parece gostar.

Artur disse...

uns vendem o cú, outras a buceta, outros ainda vendem o cérebro, os músculos, e qualquer coisa que possam comprar para que sirvam nossa ração...

na oferta e procura
somos todos putos e putas
como nossos pais