domingo, 17 de junho de 2007

O pudim

Versão cientifica da musica "entre tapas e beijos" que não vou dizer quem canta, pois pra mim seria fazer apologia às drogas, e isso não faço.
Nesta versão expressei do fundo das entranhas do meu âmago, tudo que captei com muita reflexão e sensibilidade, o que os cantores queriam dizer na versão original...
Leia, avalie, analise, e comente, mesmo que você ache que ficou uma merda, apesar de que, nos dia de hoje muita gente gosta de merda.


O PUDIM

Eu comi um pudim
Que estava estragado
Então corri pro banheiro
Mas estava ocupado

Hoje esta tudo bem
O amanhã eu não vejo
Mas voltando pra história
Eu quase me cagando
Entre bufas e peidos

Eu cruzei minhas pernas
Pra não sair o fedô
Mas só que de repente
Eu dei um puta peido
E saiu foi cocô

Entre bufas e peidos
E um baita tolete
No fundo das calças

Eu todo envergonhado
Correndo cagado
No meio da rua

E assim fui sofrendo
Gemendo e fedendo
Um fedô doentio

Mas não olhem pra mim
Pois eu não tenho culpa
Quem tem é o pudim...

3 comentários:

Samara Oliveira disse...

hauahauhauahuahaua, muito engraçado Ivan. Você tem talento, se continuar assim vão te chamar para entrar e, algum grupo bem famoso, rsrs. flw bjão :)

Samara Oliveira disse...

É melhor (ou pior sei lá, rsrs) cantando junto, hauauhauahauhau

Roberta disse...

É mojento!!!!!
Mas a original tambem é.
Gostei!!!!!!